terça-feira, 27 de agosto de 2013

Manifestação no Panthéon

Publicado hoje, n'O Globo.



Aconteceu ontem, aqui em Paris, uma manifestação feminista em frente ao Panthéon. O belíssimo prédio de arquitetura neoclássica foi originalmente construído para ser uma igreja mas, ao longo dos anos, foi transformado em um ilustre mausoléu. A sua elegante fachada sustenta, com orgulho, a frase “Aux grands hommes, la patrie reconnaissante” (“Aos grandes homens, a pátria agradece”, em tradução livre) e, como se pode imaginar, ser enterrado debaixo deste teto é uma enorme honra.

E é aí que está o problema. Até hoje, apenas duas mulheres descansam em paz ali entre outros 70 homens. A primeira, esposa do químico Marcellin Berthelot só está lá porque seu marido fez questão de ser enterrado ao seu lado. A segunda, Marie Curie, é a única que foi parar no Panthéon pelos próprios méritos e, mesmo assim, seus restos mortais só foram transferidos para lá em 1995, mais de 60 anos após a sua morte (e reparem que trata-se de alguém que ganhou dois prêmios Nobel!).

Por este motivo, o coletivo Femmes au Panthéon acusa as autoridades de machismo e deseja corrigir a injustiça sofrida pelas grandes mulheres que ajudaram a construir a França e que nunca foram consideradas a estrelar no famoso mausoléu. O grupo já fez petições e pesquisas online (e até uma lista de mulheres "panteonizáveis") para envolver o público geral e pressionar os responsáveis a conceder a honra a outras diversas heroínas e artistas que lutaram para transformar este país em um lugar mais justo e melhor. Eu apoio!

Créditos da foto: www.facebook.com/FemmesAuPantheon

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Pink Martini em Paris

Publicado hoje, n'O Globo.



A aclamada banda norte-americana Pink Martini anunciou recentemente o lançamento do seu oitavo álbum (sendo um deles de canções natalinas e o outro de compilação com as melhores músicas da banda), chamado de Get Happy. O grupo ficou conhecido em Paris depois de ter a música Sympathique tocada incansavelmente nas rádios francesas durante todo o verão de 2000. A partir daí, todas as vezes que eles vêm dar concertos na Cidade-Luz, o sucesso é garantido.

A boa notícia é que os fãs brasileiros que vêm a Paris no mês de outubro podem comemorar: a banda fará uma apresentação única no dia 13 na conceituada sala de shows Bataclan para divulgação do Get Happy. Os ingressos já estão à venda e, mesmo que pareça cedo demais, o meu conselho é que você compre logo, porque eles costumam acabar muito rápido. Eu já tive a oportunidade de ver um show do Pink Martini aqui em Paris e foi uma experiência inesquecível. Aconselho fortemente!

domingo, 25 de agosto de 2013

Festa na Piscina

Publicado hoje, n'O Globo.



O coletivo de eventos (e de ações de audiovisual) parisiense We are the Oracle apresenta, amanhã, a sua festa de fim de férias de verão. A proposta é uma Underwater Party (festa debaixo d'água, em tradução livre) que acontecerá na famosa piscina Pailleron. Localizada no décimo nono arrondissement de Paris, a piscina foi contruída em 1933 e elevada à categoria de monumento histórico em 1998.

A belíssima piscina é um lugar ideal para se fazer uma festa, mas, naturalmente, por medidas de segurança, ela vai ser esvaziada especialmente para o evento (já que misturar álcool e natação nunca foi uma boa ideia) e será transformada em uma pista de dança gigante. A festa contará com a participação de DJs e, visto o histórico de eventos do We are the Oracle e o espaço escolhido, promete ser imperdível!


The Underwater Party Teaser from We Are The Oracle on Vimeo.

Créditos da imagem: www.facebook.com/wearetheoracle

sábado, 24 de agosto de 2013

Yoga pela paz

Publicado hoje, n'O Globo.



Em uma cidade estressante como Paris, muitas pessoas procuram alternativas para relaxar e se esquecer um pouco da correria da cidade, do trânsito, do metrô. No domingo que vem, dia 01 de setembro, acontecerá um evento inteiramente dedicado ao bem-estar.

Promovido pela Lolë, marca canadense de roupas de esporte, o Yoga pela Paz espera quatro mil participantes que estarão presentes para uma sessão de yoga gratuita a partir das 10 da manhã. O lugar escolhido para este evento zen não poderia ser mais bem escolhido: este ano, a yoga coletiva acontece no Grand Palais, um belíssimo prédio ao lado da Champs-Élysées. Para participar, basta se inscrever online e a única exigência é que todos os participantes estejam vestidos de branco.



Grand Palais
Avenue Winston Churchill
75008, Paris
Domingo, 01 de setembro
Das 10h00 às 13h00

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Paris: o que seguir no Twitter

Publicado hoje, n'O Globo.



Uma das minhas melhores amigas no mundo inteiro está vindo pela primeira vez a Paris mês que vem e me enchendo de expectativa. Na verdade, é a primeira vez que ela cruza o oceano Atlântico e a ansiedade, tanto dela quanto minha, só faz crescer à medida que a hora da sua chegada se aproxima. Com isso, tenho refletido muito sobre as pessoas que nunca vieram a Paris e dei um conselho pra minha amiga: leia muita coisa, pesquise e tente ler um pouco em francês, para se familiarizar com a língua.

Como Paris é a cidade mais visitada do mundo, blogs, revistas e sites sobre o tema é o que não falta, e o Twitter pode ser uma excelente maneira de acompanhar os eventos, desde que você saiba escolher quem seguir. Para a sua conta não inundar de coisas repetidas (o que acontece muito), fiz uma pequena seleção de melhores contas a seguir sobre a Cidade-Luz. São todas em francês, para os viajantes já começarem a aprender um pouco antes de decolarem.

Le Bonbon: provavelmente o blog mais legal sobre Paris, dicas modernas, coisas interessantes e não necessariamente super turísticas.

A Nous Paris: um jornal que circula semanalmente no metrô e fala, além de Paris, sobre outras coisas engraçadas e diferentes. O impresso gratuito tem mais de 300 pontos de distribuição e, mesmo assim, evapora das prateleiras ainda na manhã das segundas-feiras.

Que faire à Paris: site da prefeitura que lista as atividades que acontecem na cidade. A lista vai desde espetáculos para crianças até feiras de comidas nos bairros.

Paris: conta oficial da prefeitura. É obrigatório seguir.

Paris ZigZag: o blog mais bem sucedido e premiado da cidade. Dá dicas, escreve curiosidade e te faz descobrir segredos e histórias parisienses que não se encontram facilmente por aí.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Sinalizações de rua com arte

Publicado hoje, n'O Globo.



Quem veio a Paris nos últimos dois anos, certamente já esbarrou com alguma das intervenções urbanas do francês Clet Abraham. O artista, que mora em Florença, começou a fazer colagens divertidas em placas de rua no final de 2010, depois de notar que a sinalização que estamos tão acostumados a ver e obedecer se tratava também de uma forma de oprimir as pessoas.

Desde então, Clet já passeou por várias capitais do mundo, como Londres, Roma, Berlim e Buenos Aires, colando seu adesivos cheios de humor e reflexão. Uma das que mais chama a atenção dos turistas é a torre Eiffel dobrada, mas o trabalho de Clet não se resume a só isso. As ilustrações, muitas vezes super simples, tem quase sempre uma mensagem sarcástica e cheia de provocação. Um bom exemplo disso é o Jesus Crucificado em um cruzamento ou um homem que carrega um peso em uma placa de proibido seguir adiante. O meu conselho: quando vocês caminharem por Paris, reparem nas placas, não só por segurança, mas porque vocês podem estar em frente a uma obra de arte.

domingo, 18 de agosto de 2013

Festival de curta-metragens ao ar livre

Publicado hoje, n'O Globo.



O verão vai terminando e a sensação de quero-um-pouco-mais começa a se instalar em todos os parisienses. Aqueles que não estão de férias, aproveitando o sol e a praia, permanecem na Cidade-Luz sedentos pelos últimos raios de sol, pelos últimos dias de calor, pelas últimas oportunidades de sair de casa com uma camiseta leve sem a preocupação e o peso de carregar um casaco para a rua. Por isso, os parques e as fontes da cidade se enchem de atrações para as pessoas aproveitarem a última brisa abafada da estação mais feliz do ano.

Um bom programa para aproveitar o finalzinho do verão é o maior festival de curta-metragens ao ar livre de Paris, o Festival Silhouette. O evento está na sua décima segunda edição e, este ano, por causa de obras no delicioso Buttes Chaumont, ele vai acontecer em um parque ao lado, bem menor e bem menos conhecido, o Parc de la Butte du Chapeau Rouge. A programação conta com 9 dias de projeções e de shows ao ar livre. A centena de curtas foi selecionada entre 3700 obras do mundo todo e conta com animações, documentários, ficções e videoclipes.

Festival Silhouette
Parc de la Butte du Chapeau Rouge
5 avenue Debidour
75019, Paris
Do dia 31 de agosto ao 8 de setembro

sábado, 17 de agosto de 2013

Como comprar chip de celular na França

Todo mundo sempre me pergunta o que fazer para comprar um chip de celular na França e, por isso, decidi escrever os meus conhecimentos de como proceder para ajudar os brasileiros que precisam de acesso à internet para se comunicar com a família durante uma viagem a Paris.

- Você precisará de um documento de identidade e de um endereço em Paris ou na França. Pode ser carteira de motorista e o endereço pode ser o do hotel que você está ficando, eles não estão nem aí.

- Se o seu celular for desbloqueado para todas as operadoras (verifique isto antes de sair do Brasil), você pode comprar um chip pré-pago pra qualquer modelo de celular na França. É só entrar nas lojas de telefonia ( SFR, Orange…) ou nos Tabac (lojas que vendem cigarro) e pedir um chip prépayée (fala "prê peiê"). Funciona igual no Brasil, onde a gente pode comprar chips pré-pagos até nas bancas de jornal.

- Com este chip, você normalmente já ganha uns créditos. É super simples, basta colocar o chip no celular e ele já está funcionando. Algumas vezes, ele vem protegido por um código de desbloqueio que está escrito no cartão (exatamente como no Brasil). Normalmente, os preços variam entre 10 e 20 euros, depende da operadora.

- Se você optar por comprar o seu chip em um Tabac (é mais difícil achar), normalmente terá que instalá-lo sozinho, já que o atendente do Tabac provavelmente não vai ter paciência para isso. Recomendo que você vá às lojas de celulares, onde as pessoas fazem todo o processo para você. As empresas de celular mais conhecidas em Paris são a SFR, a Orange e a Bouygues.

- Em lojas, supermercados, Tabacs, etc., é fácil achar a recarga pra qualquer pré-pago de qualquer operadora. Nos supermercados, várias vezes eles ficam ao lado do caixa. As operadoras ainda oferecem planos tipo: ou você compra só a internet 3G pelo período de uma semana; ou você compra créditos pra falar X minutos (mais X mensagens), ou você simplesmente compra créditos para fazer deles o que quiser (ligações, mensagens ou internet). Os preços por cada opção variam dependendo da operadora.

- As operadoras também tem um serviço de recarga online, onde você pode selecionar o plano da sua escolha (veja aqui um dos muitos exemplos), MAS normalmente a compra não é concluída com cartões de crédito brasileiros. O meu é internacional e, mesmo assim, nunca consegui.



Paris no cinema

Publicado hoje, n'O Globo.



Todas as vezes que eu escrevo sobre a relação de Paris com o cinema, sinto que estou chovendo no molhado, como dizem lá na minha terra. Mas a verdade é que o assunto vem sempre em pauta, justamente porque a relação dois dois é tão estreita. O Forum des Images de Paris é uma instituição cultural dedicada à produção audiovisual que, além de incentivar e dar apoio aos profissionais, ainda organiza festivais, debates e palestras sobre cinema.

Além disso, o órgão possui uma página na rede social Pinterest que é interessantíssimo e que vai fazer os amantes da Cidade-Luz perderem horas navegando entre os diversos painéis organizados por tema. Dois dos mais interessantes são o Paris nos títulos de filmes, que mostra diversos cartazes de divulgação com o nome da cidade em seu título, e o Pedaços de filmes gravados em Paris que lista várias cenas de grandes películas filmadas aqui. Cliquem no canal do Forum des Images e divirtam-se!

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Café por um euro

Pulicado hoje, n'O Globo.




Sentar do lado de fora de um Café em Paris é quase obrigatório para quem visita a cidade e quer viver uma verdadeira experiência parisiense enquanto observa a apressada e diversa fauna local desfilar na sua frente. No entanto, os viciados em café que chegam à Cidade-Luz tem que estar preparados para desembolsar boas quantidades de dinheiro exercendo esta prática tão tradicional e deliciosa. Nos tradicionais Café de Flore e Les Deux Magots, por exemplo, o preço de um simples espresso pode atingir o equivalente a 15 reais!

Foi pensando nos loucos por cafeína e nos flaneurs dos cafés parisienses que a prefeitura de Paris lançou um aplicativo para smartphone simplesmente incrível: o "Café à 1 Euro". O simpático app pode funcionar de duas formas diferentes: ou ele utiliza a sua geolocalização através do GPS do seu celular para encontrar os cafés mais baratos em volta de você, ou ele lista todos os Cafés do seu catálogo organizando-os por arrondissement.  A lista ainda conta com informações úteis, como o endereço exato e se o café custa um euro apenas no balcão (comptoir) ou também no salão (salle). Sim, porque aqui é comum variar o preço dependendo de onde você está sentado.

Além disso, o mapa abaixo, também disponibilizado pela prefeitura, mostra os pontos mais baratos da cidade onde você pode bebericar um cafezinho sem ficar pobre:



Afficher les cafés à 1 euro ou moins sur une carte plus grande

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Água para todos

Publicado hoje, n'O Globo.




A ideia de oferecer água potável e gratuita para os seus habitantes surgiu em Paris da cabeça não de um francês, mas de um inglês apaixonado pela Cidade-Luz. Sir Richard Wallace, um homem que dedicou a sua vida e a sua fortuna a ajudar os outros, herdou uma grande herança em 1871 e, notando uma tendência ao alcoolismo entre os parisienses pobres e miseráveis (principalmente depois da guerra, quando a água era mais cara que o vinho), decidiu dar de presente para a cidade diversas fontes que distribuiriam água gratuita para quem estivesse com sede.

A tradição de fontes de água potável grátis se mantém até hoje e podemos encontrar as famosas Fontes Wallace espalhadas por todos os cantos da cidade. A ideia deste generoso inglês tomou um outro rumo ano passado, como eu já tinha falado aqui antes: Paris ganhou fontes com água gasosa gratuita! O projeto parece ter feito um enorme sucesso e, de uma única unidade no começo de 2013, a prefeitura passará a disponibilizar cinco até o fim do ano. A última delas, aberta na semana passada em frente ao Parc André Citroën, oferece ainda a venda de uma charmosa garrafa reutilizável desenhada pelo francês Philippe Starck e criada em parceria com a France Libertés, uma associação que luta pelo direito de água para todos. A cuia moderna custa 5 euros, é prática e ainda promete virar objeto de colecionador.  
Nova Fonte de Água Gasosa
Parc André Citroën
2 Rue Cauchy
75015 Paris

domingo, 11 de agosto de 2013

Uma bela biblioteca em Paris

Publicado hoje, n'O Globo.



Um passeio necessário para os amantes dos livros em Paris é, sem dúvida alguma, a Biblioteca Sainte-Geneviève. Localizada ao lado do Panthéon, no coração do Quartier Latin, a biblioteca foi inaugurada em 1851 com um projeto ambicioso do arquiteto Henri Labrouste e acabou se tornando uma das mais importantes da Europa.

Com quase 2 milhões de documentos em seu catálogo, a imensa e belíssima construção abriga manuscritos preciosos, documentos raros e desenhos e fotografias antigos, além, é claro, de contar com uma enorme coleção de livros. Para os amantes dos filmes, a localização da biblioteca é ideal: ela fica bem ao lado da escadaria onde o personagem Gill, de Meia-Noite em Paris, esperava todas as noites o carro que o levaria para uma viagem no tempo.

A boa notícia é que os curiosos que quiserem conhecer o seu interior tem o direito de fazê-lo. Basta preencher uma ficha de inscrição na entrada e voilà, o acesso está liberado. Só tem uma condição: os visitantes e turistas só podem entrar na biblioteca uma vez ao ano. Afinal de contas, lá ainda é um lugar de estudo!

Bibliothèque Sainte-Geneviève
10 Place du Panthéon
75005 Paris
Tel.: +33 1 44 41 97 97

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Visita à Torre de Saint Jacques

Publicado hoje, n'O Globo.



A torre de Saint-Jacques é um lugar especialmente curioso em Paris. Localizada no coração da cidade, bem ao lado do Hôtel de Ville, a alta construção gótica pode ser vista de vários pontos da Rue de Rivoli e desperta curiosidade por estar localizada sozinha em um terreno grande e vazio bem no centro da cidade. Mesmo sem nunca ter vindo aqui, um turista mais observador irá deduzir, corretamente, que trata-se de uma antiga torre de uma igreja que foi demolida deixando apenas a torre como lembrança.

Neste verão, a torre foi excepcionalmente aberta a visitas e pode oferecer um panorama deslumbrante de um ponto de vista invejável de Paris. Imagens do alto da torre Eiffel são fáceis, assim como do alto da torre de Montparnasse, mas não é todo o dia que temos um privilégio de subir no alto de 54 metros para ver o entorno do coração de Paris. A torre de Saint Jacques fica aberta ao público até o dia 15 de setembro e, se você estiver passeando pela Cidade-Luz, ela é um passeio altamente recomendável! A duração estimada da visita é de 45 minutos e ela acontece a cada hora entre as 10h e 17 durante as sextas, sábados e domingos.

Visita Tour Saint Jacques
39 Rue de Rivoli
75004 Paris
Tel.: +33 1 44 54 75 04

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Exposição homenageia os parisienses

Publicado hoje, n'O Globo.



Começou ontem aqui em Paris uma exposição que celebra a alma e o modo de vida do parisiense. A iniciativa é da prefeitura decidiu convidar o blog My Little Paris para esta simpática empreitada após ver as ilustrações da artista Kanako em um livro. A exposição está montada em painéis espalhados por três pontos de Paris: na Champs-Élysees, na Saint-Germain des Près e em Barbès (clique aqui para ver o mapa) e fica nas ruas até o dia 28 de agosto.

Tratam-se, ao todo, de 48 ilustrações que refletem e fazem piada com o cotidiano dos habitantes da Cidade-Luz e será impossível para um parisiense não se reconhecer em pelo menos uma das cenas mostradas, pelo menos é isso que promete o site oficial da exposição. Cenas em cafés, em casa e no metrô são retratadas em um estilo elegante e simples por Kanako, sempre com muito humor.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Um mapa musical do metrô de Paris

Publicado hoje, n'O Globo.




A rádio parisiense Oüi FM teve a simpática ideia de homenagear as grandes bandas e canções de rock da história e refazer o mapa do metrô rebatizando as suas estações com referências musicais. O trabalho é super extenso e, se você for apaixonado por música e por Paris, corre o risco de perder um bom tempo do seu dia explorando as 303 paradas de metrô e trens da Cidade-Luz que foram renomeadas pela rádio.

Os maiores homenageados são os Beatles, que aparecem no mapa em diversas vezes com nomes divertidos como Châtelet it Be (Châtelet), St Paul McCartney (Saint Paul), Les Halles you Need is Love (Les Halles), Saint Michel ma Belle (Saint Michel) e Rue du Bac in USSR (Rue du Bac). Além dos quatro rapazes de Liverpool, várias outras bandas e artistas aparecem no mapa, como Ray Charles de Gaulle Étoile, Place de Feist, Pavementier, Passy Smith, Jourdandy Warhols, Jacques Bonjovi e Belleville & Sebastian. Grandes músicas também fazem parte da brincadeira, como These Bourse are Made for Walking (Bourse) e Roll over Gambethoven (Gambetta). Para ver a versão detalhada do trabalho, basta clicar aqui.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Removedor de esmalte instantâneo

Publicado hoje, n'O Globo.


Desde que cheguei em Paris, tenho notado a presença de removedores de esmaltes instantâneos cada vez mais constante nas prateleiras das sessões de beleza. Como aqui uma boa manicure custa algo em torno de 30 euros (pé e mão), a solução acaba sendo fazer as unhas em casa por conta própria. Com isso, a praticidade e a economia de tempo acabam sendo fatores essenciais na hora de escolher os produtos.

Ligada nesta necessidade, a L'Óreal acaba de lançar a sua versão de removedor de esmalte instantâneo e foi um pouco além das outras marcas já presentes no mercado: promete unhas limpas em apenas um segundo. É claro que, depois de um primeiro teste, a gente claramente nota que um segundo é exagero e o produto não cumpre a promessa, ele leva uns 10 segundos para remover completamente o esmalte de uma unha. Ainda assim, não é nada mal para quem antes passava cerca de 10 minutos se atrapalhando com um algodão úmido. O produto não contém acetona e possui uma base de óleo de abacate, que faz com que os dedos não ressequem no processo. Ele custa por volta de 8 euros e vale muito a pena testar!

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Música clássica no jardim

Publicado hoje, n'O Globo.



A partir de amanhã começa, no Parc Floral, um festival de música clássica no jardim. Durante todas as tardes de sete fins de semana, os parisienses e turistas estão convidados a ver um concerto de música gratuito com uma programação que acolhe músicos e orquestras do mundo todo interpretando grandes peças que vão de Beethoven, Schubert e Mendelssohn até misturas com hip-hop passando por clássicos barrocos e tambores japoneses.

O simpático Parc Floral é um local de muitas atividades e eventos culturais. Ele fica localizado dentro do Bois de Vincennes e é uma região super agradável para se fazer um piquenique. O acesso ao Parc Floral é pago e a tarifa custa 5,50 para adultos e 2,75 para os menores de 25 anos.

Festival Classique au Vert
Parc Floral - Bois de Vincennes
Route du Champ de Manoeuvre
75012 Paris
Tel.: +33 1 49 57 24 84

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Paris em 6 segundos

Publicado hoje, n'O Globo




Já faz muito tempo que a prefeitura de Paris é incrivelmente ativa nas redes sociais. A cidade mais visitada do mundo tem perfis em todos os aplicativos e sites de relacionamento mais populares e, em alguns casos, conta com mais de 2 milhões de fãs. Agora, a Cidade-Luz faz sua entrada no Vine, uma rede social dedicada a publicar pequenos vídeos no formato de gif animado.



Para comemorar a novidade, a cidade propõe um concurso cultural interessante que foi batizado de Paris em 6 segundos. A tarefa é simples: todos os usuários do Vine podem fazer pequenos vídeos do verão parisiense e postar na rede com a legenda #6secparis. Os três melhores gifs serão publicados na página principal do site oficial da prefeitura a partir do dia 15 de agosto. Para aqueles que não estarão por aqui, os pequenos vídeos podem servir para ver as diferentes perspectivas da cidade e para matar a saudade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...