terça-feira, 2 de outubro de 2012

Vengeance, de Benjamin Biolay

Um passarinho verde jogou no meu colo o Vengeance, disco novo do Benjamin Biolay, no último fim de semana. Infelizmente (embora a vontade seja enorme), não posso, por motivos óbvios, compartilhar nenhuma das músicas com vocês, mas posso dizer que o disco novo não me surpreendeu, como fez o anterior, o La Superbe.


O álbum tem algumas músicas legais, mas é um pouco entediante e as músicas parecem muito entre si, um tipo de samba de uma nota só, só que no mau sentido. Até agora, as minhas faixas favoritas são La fin de la fin, Trésor, trésorBelle Époque e Confettis (nesta última, Biolay faz mais um dueto com Julia Stone).

É bem verdade que falta ouvir mais algumas vezes para ver se a minha opinião não vai mudar (e isto costuma acontecer), mas, a princípio, nenhuma música me impactou profundamente como Ton héritage ou mesmo La Suberbe o fizeram, no disco anterior.



Tracklist:

1. Aime mon amour
2. Profite (com Vanessa Paradis)
3. Le sommeil attendra
4. Sous le lac gelé (com Gena Hansen)
5. Venganza (com Sol Sanchez)
6. Marlène déconne
7. Personne dans mon lit
8. Ne regrette rien (com Orelsan)
9. Trésor trésor
10. Belle époque (night shop #2) (com Oxmo Puccino)
11. L'insigne honneur
12. La fin de la fin
13. Vengeance (com Carl Barât)
14. Confettis (com Julia Stone)

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...