Sobre os sonhos

julho 12, 2012

Quando eu tinha uns 15 anos, foi um homem no colégio dar uma palestra. Estudei em escola técnica e, portanto, sempre vinha gente dar palestras e nem lembro qual era o tema desta específica.

Mas me lembro claramente de uma hora que o homem, se vira em frente a um grupo de mais ou menos 200 alunos entre 14 e 18 anos e diz que, na vida, para sermos felizes, o ideal é sonhar pequeno. Nem consigo descrever a indignação que tomou conta de mim na hora. A teoria do homem era que se a gente sonhasse com metade e conseguisse o dobro, seria sempre feliz e satisfeito.

Bom, eu não concordei com isso na época e continuo não concordando até hoje. Se eu tivesse ouvido este homem, nunca teria ao menos visitado Paris.

E é por isso mesmo que, quando postei o meu filme semana retrasada, coloquei a minha meta lá no alto. Queria ter 10 mil visualizações em uma semana. Não consegui, claro. 10 mil é muito. Mas consegui hoje, 13 dias depois, mais de 7500.

Ainda não são os 10 mil que eu queria em primeiro lugar, mas estou satisfeita com o resultado e agradeço a todos vocês que compartilharam, curtiram, assistiram e comentaram. Fico muito feliz de saber que um trabalho que eu fiz foi responsável por fazer mais de 7 mil pessoas sonharem. E sonharem alto, que é como os sonhos devem ser.

Vão aí, mais uma vez, as duas versões (a primeira do Youtube, que demora menos a carregar, e a segunda do Vimeo, que tem a qualidade melhor).




PARIS LA FETE from Gabriela Mudado on Vimeo.

Posts relacionados

6 comentários

  1. Só tive oportunidade de ver agora mas estou sem palavras!! Emocionante! Que saudade dessa cidade maravilhosa..

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo número alcançado! Concordo com você: o sonho tem que grande, mas possível! Quem não sonha não vive!
    Eu estou orgulhosa de fazer parte da sua estatística. Passo sempre por aqui.
    Ana Beatriz Simonetti
    blogdaab.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. O seu poder de síntese neste vídeo foi algo de deslumbrante. Quando o vi, me transportei imediatamente à Cidade Luz, com ângulos que, apesar de ter ido lá algumas vezes, foram totalmente inéditos para mim. Diversas pessoas podem pintar um quadro, mas somente algumas o tornam uma obra de arte.
    Cesar

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que comentário ótimo de se ler, Cesar. Obrigada!

    ResponderExcluir