Sacha Distel

março 16, 2012

(Publicado hoje, no Conexão Paris)

O cantor e compositor Sacha Distel nasceu em 1933 com a sorte de ter um membro da família pronto para mostrar a ele os bons caminhos da música. Graças ao tio Ray Ventura, Distel teve, desde criança, um contato muito próximo com com um mundo de músicos da vanguarda do Swing e do jazz.

Gente como Dizzy Gillespie, Django Reinhardt, Stan Getz e Henri Salvador estiveram presentes na vida dele desde muito cedo e, embora tenha estabelecido fama como um crooner francês, Sacha Distel certamente foi um forte nome do jazz francês e sua extensa discografia mostra claramente a sua tendência para este estilo musical.

Em 1962, compôs a canção La Belle Vie - que foi regravada, no ano seguinte, pelo então amigo Tony Bennett - e ela logo transformou-se em um hit absoluto no mundo inteiro (tendo sido regravada inúmeras vezes depois disso, inclusive por gente como Frank Sinatra e Julie London).





No fim da década de 50, chegou a ter um relacionamento com Brigitte Bardot que, reza a lenda, terminou porque ele recusou um pedido de casamento dela (uh lá lá!).



No início da década de 70, voltou ao topo das listas com o seu cover da deliciosa Raindrops keep falling on my head.



Depois disso, Sacha chegou a se apresentar, em mais de uma ocasião, para a Rainha da Inglaterra, que o considerava um favorito.

Ele permaneceu popular na França até a sua morte, em 2004.

Posts relacionados

1 comentários