O show de Bénabar

dezembro 06, 2011

Conforme eu prometi na página do Sob o céu de Paris no Facebook, posto finalmente a minha ida ao show do Bénabar semana passada.

Como eu já tinha postado aqui, Bénabar fez um concurso através da sua newletter que sortearia um ingresso (e somente um, não um par) para assistir a um show exclusivo na sede da Sony Music em Paris na última quarta-feira.

E eu não ganhei. No entanto, tenho a sorte de ter um melhor amigo que trabalha em uma empresa que vende música online aqui em Paris e ele foi convidado para a apresentação do novo disco do Bénabar e, claro, me convidou.

O show estava marcado para as 18h30 e acho que atrasou mais ou menos uma hora. A sede da Sony fica numa avenida Hausmaniana chamada Châteaudun, perto da linha 12, em um prédio muito chique que tem um saguão bem grande e perfeito para show pequenos. O palco foi montado lá e devia ter em volta de 150 pessoas presentes neste concerto exclusivo.

Como vocês podem ver na foto ao lado, pude ficar na primeira fileira já que não havia muita gente. E logo vi pela playlist colada no chão que seria um show curto com apenas 09 músicas.

Bénabar abriu com Politiquement Correct e seguiu com L'agneau, duas faixas do seu último disco, o Les Bénéfices du Doute, que foi lançado ontem aqui na França.

Depois disso, tocou uma conhecida do público, a gostosa L'effet papillon, faixa lider do seu penúltimo disco, o Infréquentable, e seguiu com La phrase qu'on a pas dite, quarta faixa do Les Bénéfices.

A banda, composta de oito pessoas, parecia se divertir até mais que o público, dançando o tempo todo junto com Bénabar. Eu mesma que não sou muito de dançar, fiz questão de tirar um pouco o pé do chão diante de tanta passividade do público francês. Depois veio a nova Les Râteaux, seguida pela velha conhecida Y'a une fille qui habite chez moi, que encheu o ambiente de energia com a banda no palco pulando e sorrindo e com o coro das charmosas e cheias de estilo backing vocals do cantor:

Foto: Henrique Fares

Depois ele cantou Quatre Murs Et Un Toit, do Reprise Des Négociations e fechou com a deliciosa Après de prés, também do novo disco. Daí a banda, composta por 8 pessoas, além de Bénabar, se retirou do palco para logo depois voltar e fazer o bis cheio de energia com Le Dîner

Posts relacionados

2 comentários

  1. Penelope, nao sei se passei a ser mais fa de Benabar ou toi! Excelente post!m

    ResponderExcluir
  2. Nilza, que bom ver você por aqui!

    Amei seu comentário.

    ResponderExcluir