Charles Trenet

Os grandes clássicos

abril 28, 2011

Percebi hoje que já falei um milhão de vezes sobre os grandes clássicos franceses que ficaram famosos no mundo inteiro cantados em inglês por grandes artistas norte-americanos. Mas todas as vezes que falei foram durante os programas de uma hora que já acabaram faz tempo e, por isso, queria deixar registrado aqui, para o caso de alguém ter perdido, e também para me divertir um pouco.

O primeiro grande clássico francês que me vem a mente quando falo de covers é, naturalmente, "My way", composta por Claude François...



...e imortalizada por Sinatra:



O rei também cantou (e eu até gosto mais, mas sou suspeita pra falar de Elvis)...



...e também os rebeldes do Sex Pistols:



Charles Trenet foi outro grande produtor de hits. Tem "La Mer" (reparem na elegância do homem, não dá pra não se apaixonar):



que foi chamada de "Beyond the Sea", e em inglês pela primeira vez por Bobby Darin:



E gravada, recentemente, por Robbie Williams:



Ainda do Charles Trenet teve "Que reste-t-il de nos amours":



Chamada, em inglês, de "I wish you Love" e gravada por Nat King Cole:



e pela diva Dusty Springfield:



Por último, para este post que já está gigantesco, mas não menos importante (talvez a minha favorita), "Le moribond", de Jacques Brel, que ficou famosa na voz de Terry Jacks na década de 70 (reparem na contagem de views do vídeo com a versão dele - nem "My way" do Elvis Chegou a tanto).






A lista continua, mas por hoje é só!

Berry

Chanson de Lundi

abril 25, 2011

A Chanson de Lundi de hoje é a versão que Berry fez de "Capri, c'est fini" e que eu tive a sorte de ver ao vivo. Embaixo da versão dela, tem a original, de Hervé Villard.

Um francês amigo meu me contou recentemente que essa música foi escrita por Vilard depois que ele viu um anúncio com uma foto da paradísiaca ilha de Capri . O cantor ficou inspirado pela propaganda e escreveu esta música, mesmo sem nunca ter posto os pés na ilha. Assista também ao videoclipe do cantor. Uma pérola.



Camélia Jordana

Chanson de Lundi

abril 18, 2011

Tarda, mas não falha! A Chanson de Lundi de hoje é a versão de Camélia Jordana para uma música de Richard Cocciane que teve até uma outra versão recente lançada por Vincent Delerm no disco "Favourite Songs".

Seguem abaixo as duas versões, em ordem de preferência:







* Enquanto escrevia este post, acabei esbarrando com Julien Doré cantando "Le coup de soleil" quando ainda era um concorrente do Nouvelle Star:


Chanson de Lundi

Chanson de Lundi

abril 11, 2011

Saí do trabalho hoje bem mais cedo do que esperava e acabei me pegando naquela situação atípica de "atoísse". Na falta do que fazer, acabei encontrando um site bem legal que traduz letras do Chico Buarque para o francês.

Daí lembrei da deliciosa versão francesa de "Noite dos mascarados" e pensei que ela é uma ótima escolha para começar a semana aqui no blog:

Homenagens

Vieille Canaille

abril 07, 2011

Sábado passado, Serge Gainsbourg, se estivesse vivo, completaria 83 anos. A mesma idade do meu avô. E essa é uma comparação engraçada, já que meu avô, que foi da FAB, não tinha absolutamente nada de Gainsbourg. Se comparados, meu avô provavelmente pareceria o avô de Gainsbourg. Mesmo assim, eles tinham a mesma idade, e Gainsbourg, ariano que só ele, tinha alma de criança: gostava de desafiar, testar limites, rebelar-se contra tudo, até contra si mesmo.

Conforme prometi aqui, vai agora a difícil lista de 10 melhores músicas de Gainsbourg:

1. Je suis venu te dire que je m'en vais
2. La Javanaise
3. Elisa
4. Marilou sous la neige
5. Le poinçonneur de Lilás
6. L'eau à la bouche
7. L'anamour
8. Ces petits riens
9. S.S. in Uruguay
10. 69 année érotique

P.S.: Não me critiquem por deixar de fora "Je t'aime, moi non plus". É só que acho que Gainsbourg é tão maior do que este hit conhecido pelos brasileiros como "música de propaganda de motel".

E, para fechar, fica aí embaixo uma música que teve que ficar de fora da lista por não caber, mas seria o décimo primeiro lugar facilmente, se esta fosse uma lista de 11 melhores. A versão é do nosso queridinho Ben L'Oncle Soul.