terça-feira, 22 de março de 2011

O show da Berry

E então me deu a louca na quarta-feira passada e, graças a uma promoção da TAM que estava vendendo passagens a preço de banana, eu resolvi gastar um dinheiro além do orçamento e ir ver a Berry em São Paulo.

Foi tudo um um impulso só, já tinha sondado preços de passagens aéreas quando soube do show, mas nem considerei, pelo valor fora das minhas condições financeiras este mês. Mas aí apareceu essa promoção e o resultado é que comprei a minha passagem às 3h30 da manhã para viajar às 11h (as vantagens da gente ser freelancer, né?).

Cheguei ao show um pouco atrasada porque tive que pegar o metrô e me atrapalhei um pouco pelas ruas da Vila Mariana, mas não teve problema porque ia ter um show de abertura de um rapaz canadense e perdi umas duas músicas da apresentação dele, ou seja, a Berry ainda estava intacta. O show de Yann Perreau foi muito divertido, era só ele e um piano e, ainda assim, conseguiu animar o pessoal que estava ali, em sua maioria, para ver Berry.

Quando eu cheguei, fiquei um pouco decepcionada quando notei que o palco já estava montado para a apresentação seguinte e não vi nada além de três banquetas e dois microfones - sinal claro de que Berry não tinha vindo com a banda completa. E fiquei pensando que, de repente, eu poderia ter ficado em casa, sem gastar aquela dinherama toda pra ver Berry pelas metades.

Mas aí ela entrou no palco, e eu fiquei feliz de estar lá. Logo de cara, o microfone destinado a ela não funcionou: estava ligado, mas não saía som. Daí vai técnico e volta técnico e o microfone continua não funcionando. E Berry ria, o tempo todo, da situação. E ela continuou rindo, até o fim do show. É daquelas pessoas que claramente estão se divertindo cantando para você.

Eu estava sem caneta e fiquei anotando a playlist no meu celular, mas acabei perdendo tudo no final (por incompetência minha) e então eu vou ter que contar com a memória para lembrar da ordem das músicas.

Ela abriu o show com "Inutile" e logo seguiu para "Mademoiselle". O resto da banda não fez falta nenhuma o show inteiro (com exceção do bis, mas comento daqui a pouco) e Berry, que é a definição do que chamamos de mignon - pequena e magra - impressiona pelo vozeirão que sai daquele corpo.

Daí eu já não me lembro mais da ordem direito. Sei que ela cantou quase todas as músicas do disco (faltou "Automobile", que eu adoro e fiquei até o bis achando que ela ia cantar): "Cheri"; "Plus loin"; "Les heures bleues"; "Le bonheur"; "Enfant de salud" e etc - pensando bem, acho que só faltou mesmo "Automobile".

Cantou também músicas de outras pessoas, como "La ballade du mois de juin", de Benjamin Biolay (e ela fez questão de dizer que era dele a música) e outra que ela apresentou como uma música que ouvia quando era pequena e que achei muito bonita:




A maior surpresa foi um cover excelente de "Comment te dire adieu", que nos dois primeiros acordes já me fez pular da cadeira e assustar a minha vizinha, que não parecia tão interessada no show. A versão ficou linda, e torço para que Berry lance no próximo disco.



Em algum momento, não me lembro qual, Berry foi pra frente do palco, sentou no chão e cantou "Belle comme tout" e encantou a platéia.




O show passou tão rápido que, quando eu vi, ela já estava apresentando o violão e a guitarra que acompanharam. E, quando ela saiu do palco, eu fiquei em pânico, porque ainda não tinha cantado "Capri", que é uma das minhas faixas preferidas do disco de Berry. E eu não tinha muita fé de que a platéia, que era até bem maior do que eu tinha imaginado, iria se esforçar para pedir o bis. Mas ela se esforçou, e Berry voltou e cantou "Capri". Uma versão bem diferente da do disco, e foi quando eu senti falta de uma banda, porque ela cantou uma versão bem mais rápida e rock'n'roll desta balada de Hervé Vilard e uma bateria ali só tinha a acrescentar.

P.S. 1: Pedi fotos para a assessoria de imprensa do Sesc, mas eles ainda não me retornaram.

P.S. 2: Os vídeos deste post são do show de Berry em Santos, porque eu não achei nenhum vídeo do show de São Paulo.

4 comentários:

  1. ahh que bom esse post!

    Estou a dois dias de ver a Berry em minha cidade, São Leopoldo / RS.

    Se apresentará no Centro público Cultural e, tudo indica, a montagem será semelhante à que tu acompanhou...

    Estou contente pela excelente oportunidade: com fácil acesso, poder presenciar esta cantora em plenitude!

    Me fascina muito! Até então nosso relacionamento se dera somente pela internet...hahársrs

    Obrigado por tuas informações.

    ResponderExcluir
  2. Pena que conheci esse blog somente a poucos dias, esse show deve ter sido muito bom.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...